Laboratorio Otico Rigor Sobre o Laboratorio Rigor Lentes, equipamentos Processo de Surfaçagem, Processo de Coloração e Tratamento Anti-risco, PRODUÇÃO – Montagem Fique de Olho noticias Area do Cliente contato
 
Processo de Produção

Todo pedido começa no setor de atendimento.  Ele pode ser feito através de FAX, telefone ou internet (para saber mais sobre pedido on line clique aqui). Feito o pedido, as informações são passadas on-line para os estoques, que determinam a base externa do bloco mediante a dioptria desejada. Após separação do bloco, o pedido segue para o setor de produção.

Este processo de industrialização é dividido em dois setores: surfaçagem dos blocos e montagem das lentes.

Produção – Processo de Surfaçagem











No Laboratório Rigor, o bloco passa por um rigoroso processo de avaliação antes de sua industrialização. Avaliamos sua estrutura física e especificação técnica fornecida pelo fabricante (base e adição) em busca de alguma imperfeição. Chamamos este processo de controle de qualidade inicial.

A próxima etapa é o setor de cálculo. Este setor é o cérebro da produção, pois o profissional que nele trabalha determina como a lente deve ficar depois de surfaçada. Neste setor são feitos os cálculos matemáticos de acordo com o tamanho, tipo e formato da armação para determinação da espessura e curvatura interna da lente, dados necessários para formação da dioptria. Dispomos de uma ferramenta tecnológica poderosa: um software que auxilia neste processo de cálculo de espessura e também na transmissão de dados para a blocadora e para o gerador de curvas – ambos computadorizados – pois este software é interligado com estes equipamentos.

A etapa seguinte chama-se blocagem. Utilizamos uma máquina chamada Blocadora, equipamento computadorizado automático, onde acontece a fixação do bloco e posicionamento do eixo, em um suporte de alumínio necessário para o processo de industrialização.

Feita esta fixação, o bloco é encaminhado para o Gerador de Curvas, equipamento computadorizado que tem a finalidade de gerar a curvatura interna, reduzir o diâmetro e espessura de acordo com os dados gerados no setor de cálculo. Somente nesta etapa acontece a transformação do bloco em lente propriamente dita, pois até então, o bloco permanece conforme veio do fabricante. Em seguida, a lente vai para o setor de Polimento e sofre um aperfeiçoamento e polimento da superfície interna em máquinas cilíndricas. Neste processo, a lente adquire o seu brilho característico.

Depois de polidas, as lentes são descoladas do suporte de alumínio e então levadas ao Setor de Conferência. Lá é utilizado um aparelho chamado Lensômetro Computadorizado, que tem por objetivo conferir a dioptria e o eixo que foi determinado no pedido. Neste setor também conferimos a espessura central e das bordas das lentes.

Após a conferência técnica, as lentes são encaminhadas para o setor de Controle de Qualidade final onde acontece a inspeção de sua estrutura física em busca de qualquer imperfeição da parte interna e externa.









Processo de Coloração e Tratamento Anti-risco

 

Nossas lentes são coloridas à base de imersão a uma temperatura de 93 graus e o tempo varia de acordo com a tonalidade desejada, deixando-as com um colorido perfeito.

Nas lentes de policarbonato é obrigatória a aplicação do verniz anti-risco, por esse tipo de lente arranhar com mais facilidade. Além disso, o tratamento também é fundamental para o processo de coloração, pois sem o tratamento anti-risco, não é possível atingir o tom da coloração desejada.



PRODUÇÃO – Montagem









Na montagem contamos com uma equipe treinada e com o que há de mais avançado em equipamentos de montagem.
O processo de montagem é dividido em 4 passos:

1- marcação: as lentes são marcadas (centro óptico), e seguem para blocagem.

2-blocagem: na blocagem o modelo da armação é copiado com perfeição em um de nossos leitores [essilor gamma; essilor kappa] e as lentes são fixadas em um suporte, conforme as medidas solicitadas pelo cliente, em seguida enviadas para uma de nossas facetadoras computadorizadas essilor (gamma, kappa, compass).

3-corte das lentes: nossas facetadoras são preparadas para cortar todos os materiais existentes no mercado (Resina, Alto Índice, Cristal, Policarbonato e Trivex), conforme modelo enviado pelo leitor recebendo um perfeito acabamento e polimento de bordas, para serem encaixadas na armação.

4-conferência: depois dos óculos prontos eles passam por uma rigorosa conferência de medidas e adaptação do aro, seguindo para o controle final para ser feita sua limpeza.

Nossa montagem em aro balgriff (três peças) também é totalmente automatizada, pois contamos com o sistema de montagem weco 450 onde as lentes são cortadas e furadas automaticamente permitindo assim uma perfeita simetria entre os furos.

Contamos ainda com o sistema opticlick, que é uma revolução tecnológica em sistemas de montagem, pois a transmissão dos dados é feita via internet. A armação permanece na loja e enviamos as lentes já cortadas com medidas exatas para elas serem encaixadas na armação. Com isso reduzimos consideravelmente o prazo de entrega dos pedidos.





O processo pode ser parecido com o de qualquer laboratório óptico, mas nosso diferencial está justamente na palavra que dá nome ao nosso laboratório: Rigor. Em todas as etapas, somos rigorosos com o Controle de Qualidade. Contamos com uma equipe altamente treinada e especializada para executar com perfeição cada um dos trabalhos, conferindo minuciosamente cada peça para que saia impecável.

Porque todo o nosso esforço gira em torno de um único objetivo: proporcionar qualidade de visão para a população. Não vendemos lentes. Vendemos saúde.